Chocolate pode causar pedra no rim?


É bastante conhecido pelas fortes e profundas dores, o cálculo renal, popularmente chamado de pedras nos rins, é uma doença muito comum, provocada pela cristalização de sais minerais existentes na urina. Estima-se que entre 5% e 12% da sociedade brasileira sofra da doença, sendo que os homens entre 20 a 40 anos de idade são os mais afetados. A taxa de reincidência do cálculo renal é muito alta (de 80 a 100%), e, em metade dos casos, existe histórico da doença na família.

Chocolate pode causar pedra no rim?

O pouco hábito de costume de tomar água, ou seja, desidratação do corpo é um dos causadores principais das pedras nos rins, apesar da alimentação, que exerce papel essencial na hora de evitar o problema. Alimentos ricos em sódio ou ingestão excessiva de proteínas são fatores de risco e, pode acreditar, até mesmo o chocolate é capaz de causar a doença.

A relação entre o doce e a condição se dá pelo consumo de um agente chamado oxalato que, em exagero, pode se transformar em pedras nos rins, provocando as dores e os incômodos típicos da doença. O chocolate pode piorar bastante as condições do cálculo renal justamente por conter o oxalato em sua composição.
É verdade que chocolate pode dar pedra no rim?

Vale a pena ressaltar ainda que, apesar do chocolate, espinafre, beterraba e algumas oleaginosas também são exemplos de alimentos ricos na substância e merecem toda atenção caso a pessoa apresente um quadro de pedras nos rins.

Apesar da dor aguda, a pedra nos rins está relacionada ao desenvolvimento de doenças crônicas muito frequentes, como a hipertensão arterial, o diabetes, a síndrome metabólica, doenças cardiovasculares como o infarto agudo do miocárdio e a insuficiência renal crônica, que pode levar à perda dos rins.